Autonomia Profissional e a Assistência Virtual

Apesar de estar em alta, o termo Autonomia Profissional é usado há bastante tempo em diferentes formas de trabalho, desde as convencionais até as mais atuais. Esse termo pode ser aplicado tanto para o profissional que trabalha em regime de subordinação, quanto para as novas modalidades de trabalho crescentes. Veja o porquê.

 

Autonomia Profissional e o Trabalho Convencional

No regime de subordinação, em que o profissional é obrigado a acatar as ordens de um superior, ter autonomia significa não depender de outras pessoas para tomar decisões que lhe cabem e resolver situações não tão graves. No entanto, isso não quer dizer que esse profissional não deva se reportar a um superior.

Já nas novas modalidades de trabalho, a autonomia profissional vai muito além de tomar sozinho suas próprias decisões, mas sim inspira as pessoas a buscarem as melhores soluções de maneira eficaz, sem precisar que alguém peça para fazê-lo. Para que isso funcione, é necessário que o profissional autônomo esteja em sintonia com as demandas que surgem, alinhando-as com suas afinidades.

 

O Profissional Autônomo

O profissional autônomo deve estar atento às necessidades das pessoas, sejam elas clientes ou não, bem como elaborar soluções e alternativas para que consiga ajudá-los.

Tudo isso deve acontecer em harmonia, sem que alguém o obrigue a fazer algo ou pressione para que o “serviço saia”. O que implica dizer que a Autonomia Profissional está diretamente ligada à liberdade criativa e às habilidades desse profissional.

Para alguns especialistas, a Autonomia Profissional é a ausência de controle externo, é ter autoridade para a realização de tarefas, seja individualmente ou em grupo, baseando-se em regras pré-definidas, colocando em prática as ferramentas aprendidas.

Nesse sentido, cabe ao profissional autônomo ou ao grupo no qual ele se encaixa, saber utilizar essas ferramentas com o intuito de desenvolver o trabalho de maneira eficaz, sem que seja necessário alguém dizer como deve ser feito. Em outras palavras, é o famoso: “Não importa como vai fazer, contanto que seja feito”.

 

Interdependência horizontal e ajuste mútuo

Aqui também cabe a questão da interdependência horizontal e de ajuste mútuo, citados várias vezes no livro Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes, de Stephen R. Covey.

Nesse livro o autor ensina com exemplos práticos e reais, como as pessoas conseguiram se autodesenvolver simplesmente tendo consciência dos seus valores, focando em seus objetivos e podendo trabalhar de maneira livre, levando o tempo que fosse necessário.

Em muitos exemplos citados no livro, as pessoas conseguiram atingir seus objetivos antes do previsto, só pelo fato de terem liberdade para tomar decisões. E o mais interessante: os melhores resultados foram obtidos em conjunto com pessoas que tinham os mesmos objetivos!

Esse é o método de trabalho que vemos em muitas empresas atualizadas com as novas modalidades profissionais. Elas encorajam seus colaboradores a tomarem iniciativas, a inovar, a trazer soluções que beneficiem não só às empresas, mas também aos próprios colaboradores, sem que haja um clima de competição entre eles.

Dessa forma, os colaboradores são incentivados a buscar soluções em conjunto. As empresas modernas e atualizadas valorizam amplamente o trabalho coletivo, pois elas sabem que em um ambiente colaborativo, existe maior cooperação entre os colaboradores e, consequentemente, diversos problemas de gestão e de relacionamento, são extintos.

Para que isso aconteça, é necessário que os profissionais envolvidos desenvolvam esse espírito de equipe, bem como sintam-se inspirados a participar de todas as atividades em conjunto. Essa pode não ser uma tarefa muito fácil, pois envolve personalidades diferentes, mas quando se tem um objetivo em comum, fica muito mais fácil conseguir a colaboração de todos.

 

Autonomia profissional e a Assistência Virtual

Quando comecei a escrever esse artigo, tinha em mente falar sobre a autonomia profissional relacionada apenas às novas modalidades de trabalho, assim como a Assistência Virtual. Porém, comecei a ler sobre o assunto e vi que tudo gira em torno do trabalho coletivo.

Por este motivo, tive que explicar o termo autonomia profissional ligado primeiramente às empresas convencionais, para depois falar da minha nova área de atuação.

No curso Como Ser Assistente Virtual, ouço muito sobre o tema Autonomia Profissional e cada vez que estudo sobre ele, mais quero aprender. Contudo, posso dizer que a Autonomia Profissional é um dos combustíveis da Assistência Virtual, pois além de criarmos o nosso próprio trabalho, temos a liberdade de escolher as melhores soluções para nossos clientes, com base nas ferramentas que aprendemos durante o curso. 

Tudo isso sem precisar que alguém nos controle o tempo todo ou exija como e quando devemos fazer o que deve ser feito. Ter autonomia profissional na minha área de atuação, me permite respeitar o meu ritmo, bem como aproveitar os momentos de criatividade. Sim, pois nem sempre estamos criativos…

E já que para o serviço ser eficaz, é preciso ter autonomia profissional, o que mais indico com base na minha pouca experiência empreendedora, é estar aberto para novos aprendizados e unir-se a pessoas com objetivos em comum. Dessa forma, ficará muito mais fácil desenvolver trabalhos de qualidade, bem como aprender com experiências alheias e compartilhar conhecimentos.

Eu como redatora, aprendo a cada dia com pesquisas, digitações e formatações de textos, artigos e posts para blogs e sites, mas sinto que posso ir além quando aprendo novas técnicas. Busco aperfeiçoar-me cada vez mais sem que ninguém me obrigue, mas sim vontade de aprender e por gostar muito do que faço hoje!

Por isso, desejo que mais pessoas consigam desenvolver sua autonomia profissional, a ponto de torná-las mais felizes e satisfeitas com seus trabalhos. Dessa forma, elas poderão contribuir não só para o desenvolvimento próprio, como também para o de outras pessoas!

Espero que tenha gostado desse artigo e se você chegou até aqui, comente o que achou do meu trabalho e no que posso melhorar. Sugestões de temas também são muito bem vindas!

Obrigada e até o próximo! 😉

Anúncios

2 comentários em “Autonomia Profissional e a Assistência Virtual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: