Dicas de viajantes para enfrentar a crise

A crise causada pela pandemia de coronavírus atingiu o mundo inteiro e nos obrigou a fazer uma espécie de “parada obrigatória”. Mas, o que será que aconteceu com os viajantes e nômades digitais que viviam nas estradas mundo afora? Quem responde essa pergunta é o casal Rômulo e Mirella do canal Travel and Share, dando dicas sobre como enfrentar essa e outras crises.

As consequências da crise causada pela Covid-19 ainda estão por vir. No entanto, podemos sair bem dela se usarmos o período de isolamento fazendo algo que nos fortaleça. O casal de viajantes Mirella Rabelo e Rômulo Wolff, enfrentou várias crises em sua jornada e estão aproveitando a quarentena para desenvolverem novas habilidades.

A jornada do casal começou em 2014, quando eles decidiram largar suas carreiras para se aventurar pelo mundo. No início, eles partiram apenas com uma mochila nas costas e, no decorrer do caminho, aprenderam novas formas de sobreviver, sem precisar mexer nas economias.

Tudo isso eles explicam no livro “A estrada dá tudo que você precisa”, lançado em 2018. Antes de lançarem esse livro, o casal ficou conhecido através do canal Travel and Share, onde compartilham todos os registros e experiências de viagem.

Conheci o canal deles em 2016, comprei o livro em 2018 e a partir de então, não consegui mais deixar de acompanhá-los. Além de despertarem em mim o sonho de viajar de motorhome, viraram uma inspiração sobre outros aspectos da vida. Um deles é a forma como conseguem se levantar das crises.

Em 6 anos de jornada, Rômulo e Mirella tiveram várias crises, mas essa talvez seja a mais difícil. Ainda assim, eles conseguem passar alguns ensinamentos baseados nas crises passadas.

No vídeo publicado no dia 7 de abril de 2020, eles citam 3 aprendizados essenciais:

  1. Não colocar todos os ovos na mesma cesta
  2. Ter uma reserva financeira para emergências
  3. Continuar se desenvolvendo e não se acomodar

Todos esses pontos também são levantados por diversos influenciadores, principalmente do mundo das finanças como a Nathália Arcuri, por exemplo. Inclusive, fiz um artigo sobre a importância de ter uma reserva de emergência, onde falo como consegui sair de um trabalho fixo para começar a empreender.

Contudo, vamos falar dos aprendizados destacados por Rômulo e Mirella.

1º – Não colocar todos os ovos na mesma cesta

Antes de saírem para viajar, Rômulo e Mirella tinham uma reserva financeira para seus planos pessoais. Quando decidiram viajar juntos, optaram por não mexer nesse dinheiro, pois não sabiam o que ia acontecer e seria bom ter um dinheiro guardado, caso eles precisassem voltar.

Até mesmo porque, a ideia inicial era viajar durante 2 anos, mas os planos mudaram e eles fizeram da viagem um empreendimento. Tanto que o Travel and Share virou uma empresa voltada para diversos assuntos de viagem, não só para a deles. Veremos mais sobre isso no terceiro aprendizado.

Quando saíram para viajar, Rômulo e Mirella estimaram que teriam um custo médio de US$ 1.000 por mês. Para conseguirem esse dinheiro e não precisarem mexer nas economias, eles tiveram que trabalhar durante a viagem. Mas como trabalhar em lugares que não se conhece direito? Simples, fazendo gravação, edição e gerenciamento de redes sociais para empresas.

Sabemos que hoje essa prática já é bastante comum, mas em 2014 ainda não era tão difundida. Eles precisavam fazer vídeos para o canal do YouTube crescer e com isso foram adquirindo prática e começaram a oferecer propostas para algumas empresas.

Esse trabalho permitiu que eles conseguissem manter o custo mensal e percorrer toda a América do Sul e Central. No entanto, quando eles estavam para entrar nos Estados Unidos, aconteceu uma crise em 2015 e o dólar foi às alturas. Consequentemente, o valor do custo médio mais que dobrou, com o agravante de que muitas empresas cancelaram contratos com eles.

Firmes no propósito de não mexer nas economias, eles tiveram que buscar novas formas de fazer renda extra. Uma delas foi o couch surfing, que é uma plataforma de hospedagem grátis, onde os viajantes se hospedam nas casas das pessoas que disponibilizam um lugar para dormir.

Além do intercâmbio de experiências, é possível desenvolver boas amizades com os proprietários das casas e foi dessa forma que o casal conseguiu ajuda na primeira crise.

Sabendo que a situação havia apertado, Rômulo e Mirella se ofereceram para fazer serviços como jardinagem, limpeza e afins, em troca de um dinheiro que pudesse complementar a renda.

Durante o dia faziam serviços de jardinagem, limpeza e reparos para os amigos que os hospedavam. A noite o casal saia para gravar vídeos para alimentar o canal do YouTube, que também era uma fonte de renda. E de madrugada eles editavam os vídeos para o canal.

Fazendo dessa forma, Rômulo e Mirella conseguiram manter o estilo de vida sem precisar mexer nas economias e sair da crise vivida naquele momento. Por isso eles reforçam que não se deve apostar todas as fichas no mesmo lugar, mas sim pensar em outras alternativas.

2º – Ter uma reserva financeira para emergências

Além de pensar em formas alternativas de fazer renda extra, é imprescindível ter uma reserva financeira, pois ela proporciona uma certa segurança para momentos de crise.

Com o dinheiro que conseguiram, além de complementar a renda e sair da crise, foi possível fazer uma reserva financeira equivalente a 12 meses do custo de vida deles. Graças a ela, Rômulo e Mirella conseguiram passar por outros períodos de baixa, sem precisar tocar no investimento inicial.

Infelizmente, muitas pessoas estão perdendo seus empregos ou tiveram redução no salário. A maioria dessas pessoas não tem outras fontes de renda e não fizeram uma reserva financeira. Para elas, pode parecer impossível começar uma reserva nesse momento, mas nem tudo está perdido.

Um exemplo disso foi o caso da Suellen, diarista que se reinventou nessa crise da quarentena e está ganhando dinheiro com mentoria de limpeza. Falei sobre ela no artigo Diarista se reinventa na quarentena e descobriu uma forma de trabalhar online.

Não sabemos quando essa crise vai terminar, mas podemos escolher se iremos afundar ou nos fortalecer. O casal dessa história escolheu se fortalecer e é isso que eles explicam no terceiro aprendizado.

3º – Continuar se desenvolvendo e não se acomodar

O Travel and Share, que antes era apenas um canal do YouTube, tornou-se uma empresa de viagem e turismo. Devido à crise, a maioria dos serviços relacionados à empresa, tiveram que ser cancelados ou adiados.

Diante disso, Rômulo e Mirella decidiram usar o tempo que têm disponível agora para aprender novas habilidades, pensando sempre no que o mercado precisa.

Mirella pretende fazer um curso de gastronomia, pois segundo ela, é um mercado que nunca fica em crise. Afinal, todo mundo precisa se alimentar e ela pretende se desenvolver nessa área para começar a atender esse mercado. Rômulo pretende continuar trabalhando com vídeos e a vantagem é que esse mercado está em alta e trata-se de uma habilidade da qual ele domina muito bem.

Eles não sabem quando voltarão a trabalhar com turismo e viagens novamente, mas nem por isso vão ficar parados esperando a crise passar.

De uma maneira ou de outra, todos nós teremos que enfrentar essa crise causada pelo novo coronavírus, mas para sair bem dela precisamos nos reinventar e buscar novas formas de ganhar dinheiro.

Não precisamos pensar em conseguir dinheiro para bancar o mesmo estilo de vida que tínhamos antes, pois o ideal é viver abaixo dele para conseguir viver com mais tranquilidade e formar uma nova reserva financeira.

Essa não foi a primeira e nem será a última crise, por isso é tão importante estar preparado e aprender com ela. Vamos usar o nosso tempo para fazer algo que nos fortaleça e não nos afunde ainda mais.

Obrigada por acompanhar até aqui. Se gostou, deixe o seu “curtir” logo abaixo e comente o que achou desse artigo! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: